A felicidade em si mesmo

| 9 comments
por Machistas Esclarecidos (The Happy Single)
Comunidade Mulher Gosta é de Homem Babaca (MGHB)
Post original excluído
Backup de 20/04/2011 por Soldado


O desejo de ser afortunado é inerente à existência humana. Nossos sonhos, planos e anseios são produto da vontade de ser feliz, por trás de cada ato se esconde o desejo pelo contentamento ou a recusa pelo dissabor.

A felicidade é a razão, objetivo e guia da vida, ela fundamenta nossas ações e determina o caminho a ser seguido; de modo que quem busca a satisfação em quimeras experimentará as aflições de um destino malogrado. Sendo a vida subordinada à felicidade, isto é, sendo nossas ações regidas pela busca do contentamento, uma existência sã depende sobretudo de onde depositamos nossa felicidade.

O êxito exige escolhas acertadas, não será feliz quem se pauta por concepções equivocadas.

Talvez nada seja tão deletério à saúde emocional do homem do que a concepção de que a felicidade reside no “amor” [1], de que devemos buscar a satisfação no amor apaixonado. Essa idéia nefasta está fortemente disseminada na sociedade, sendo reforçada por romances, canções, filmes e novelas que insistem na exaltação da paixão (algo funesto!). É muito comum nos depararmos com declarações do tipo: “É impossível ser feliz sozinho.” [2] “O homem não é nada sem o amor de uma mulher.” Somos bombardeados por afirmações como essas já em tenra idade, fomos doutrinados a procurar a felicidade nas mulheres desde crianças.

Nossa sociedade tem por praxe educar os homens para fazer o oposto do que deve ser feito, sendo que o caminho da felicidade que nos é ensinado não foge à regra. Depositar a satisfação nas mulheres só torna o homem mais infeliz, a estrada que nos dizem ser o caminho para a alegria na verdade é a via para a desgraça.

As mulheres podem arruinar um homem financeiramente, destruí-lo emocionalmente ou atribulá-lo, mas nunca o tornarão feliz (não conte com isso!)[3].

Na melhor das hipóteses, ao confiarmos nosso contentamento às fêmeas, apenas experimentaremos um júbilo efêmero seguido de acentuada e persistente aflição. O homem que tem a mulher como elemento imprescindível para a felicidade é um desgraçado, um ser internamente miserável. Se nossa satisfação reside na mulher, tornamo-nos infelizes quando o relacionamento termina, além disso, experimentamos grande desgosto na solidão [4]. Quem considera a mulher indispensável à felicidade lhe torna tirana; com sua alma pequena, a mulher costuma ser sádica com homens sentimentalmente dependentes. Com o medo de perder a fonte de felicidade (nesse caso, a mulher), vem a incapacidade de comandar a relação. A mulher, ao perceber que o homem não consegue se impor, sente-se à vontade para manifestar seu caráter ordinário, abusando da dependência do parceiro. Depositar a felicidade nas mulheres não só impossibilita que o homem cumpra com seu papel na relação, na maioria das vezes também transforma a vida do homem numa empreitada inglória, empreendida em nome do “amor”.

As mulheres, iludidas pelo arquétipo do “super-homem” (homem desprovido de fraquezas), detestam homens infelizes. Logo, para os homens que ainda não encontraram a verdadeira felicidade, freqüentemente só resta o círculo vicioso:Ser infeliz por não ter mulher e não ter mulher por ser infeliz. Nenhum homem pode alcançar a felicidade na mulher, ninguém pode encontrar a felicidade onde ela não está. Vejo muitos homens (principalmente jovens) deprimidos porque não conseguem encontrar uma mulher que os aceite, rapazes que foram enganados pelo famigerado “É impossível ser feliz sozinho.” . Anos de doutrinação amorosa equivocada tornaram muitos homens cegos para a verdade, e a verdade é a que a felicidade não pode ser encontrada, mas cultivada.

Cultive a satisfação em si mesmo!

Os livros, as canções, a mídia e as mulheres (principalmente as mulheres!) apregoam aos 4 cantos que um homem sem mulher não é nada, que as mulheres são a única fonte de valor para o homem, o maior tesouro [5]. Mas a maior riqueza, a maior virtude é a felicidade em si mesmo, é a felicidade que alcançamos quando cultivamos qualidades internas, quando desenvolvemos nossa disciplina, ambição, independência emocional, força e olhos para a verdade. A verdadeira satisfação reside na auto-suficiência. Não se deixe iludir por “É impossível ser feliz sozinho.”, essa é uma mentira funesta engendrada por vadias e homens efeminados escritores de novelas (Da Globo, principalmente). A felicidade em si mesmo é uma realidade, eu e muitos dos meus amigos somos prova disso. O homem verdadeiramente homem só precisa da mulher para se satisfazer sexualmente [6] e ter filhos. Relevando o fato de parecer contraditório: Cultive a felicidade em si mesmo e você a encontrará, pois a felicidade não pode ser encontrada onde ela não está.

Notas do autor

[1] Coloco a palavra amor entra aspas (“ ”), pois o que testemunhamos hoje não é amor, mas apenas prostituição e vaidade.

[2] Como na famigerada música “Wave” de Tom Jobim:
“Vou te contar
Os olhos já não podem ver
Coisas que só o coração pode entender
Fundamental é mesmo o amor
É impossível ser feliz sozinho...

O resto é mar
É tudo que não sei contar
São coisas lindas que eu tenho pra te dar
Vem de mansinho à brisa e me diz
É impossível ser feliz sozinho...

Da primeira vez era a cidade
Da segunda o cais e a eternidade...

Agora eu já sei
Da onda que se ergueu no mar
E das estrelas que esquecemos de contar
O amor se deixa surpreender
Enquanto a noite vem nos envolver...

Vou te contar...”

[3] As únicas coisas boas que a mulher moderna pode te oferecer é sexo e filhos.

[4] A solidão é a típica condição dos homens comuns.

[5] As mulheres ficam nervosas quando declaramos que o homem pode ser feliz por si mesmo, porém, contraditoriamente detestam homens que necessitam delas para serem felizes. Fazem isso porque não se importam conosco, adoram ver um homem sofrer.

[6] Houve um tempo em que elas acrescentavam algo, em que valia a pena se relacionar. Mas o feminismo estragou tudo!

Frases complementares ao texto

A verdadeira felicidade custa pouco; sendo cara, é porque a sua qualidade não presta.
-François Chateaubriand

Quem não encontra a felicidade em si mesmo, é inútil procurá-la em outro lado.
-François La Rochefoucauld

Não devemos, portanto, depender do que nossas companheiras oferecem para sermos felizes. A felicidade deve ser buscada em nós mesmos, o que é realmente muito difícil.
-Nessahan Alita

Ai daqueles que acreditam na felicidade terrena e a buscam fora de si mesmos, no amor apaixonado. Somente encontrarão ali o sofrimento e a loucura.
-Nessahan Alita

Entrevista com Flávio Gikovate, psiquiatra
Entrevista completa



Veja - Ficar sozinho é melhor, então?
Gikovate - Há muitos solteiros felizes. Levam uma vida serena e sem conflitos. Quando sentem uma sensação de desamparo, aquele "vazio no estômago" por estarem sozinhos, resolvem a questão sem ajuda. Mantêm-se ocupados, cultivam bons amigos, lêem um bom livro, vão ao cinema. Com um pouco de paciência e treino, driblam a solidão e se dedicam às tarefas que mais gostam. Os solteiros que não estão bem são geralmente os que ainda sonham com um amor romântico. Ainda possuem a idéia de que uma pessoa precisa de outra para se completar. Pensam, como Vinicius de Moraes, que "é impossível ser feliz sozinho". Isso caducou. Daí, vivem tristes e deprimidos.

9 comments

Leo Philalethes | 16 de agosto de 2012 23:42

Futuramente escreverei um texto de mesmo título, só que mais completo e maduro.

Esse texto é meu, perguntem ao Gizeh.

A felicidade em si mesmo é uma lição que todo homem rejeitado deve aprender.

Anônimo 17 de agosto de 2012 10:24

é assím que está acontecendo as mulheres estão manipulativas, usando dotes sexuais p obters privilegios, só que isso a televesão não mostra.

Soldado | 18 de agosto de 2012 04:30

Leo Philalethes,

Você é o "Machistas Esclarecidos" (ou "The Happy Single")?

Caso seja, você já está creditado no topo do texto.

Caso não seja, você tem alguma prova mais robusta de que você é o autor?

Amigavelmente,

Soldado

PS: aguardo esse seu novo texto.

Leo Philalethes | 18 de agosto de 2012 11:39

Sim, sou o antigo "Machistas Esclarecidos" ou "The Happy Single Don't Marry Be Happy". Mas não precisa colocar meu novo pseudônimo no título, eu já tive vários.

Quem pode te confirmar minha identidade é o Gizeh e o David Hume da Contrafeminismo. Mas para o David Hume confirmar, você vai ter que mostrar essa conversa para ele.



Soldado | 19 de agosto de 2012 22:08

Leo Philalethes,

Acredito que você seja o autor sim.

A propósito, eu gostaria de ler todos seus textos, antigos e novos. Onde posso encontrá-los?

Leo Philalethes | 20 de agosto de 2012 00:32

Eu tinha vários prints e textos salvos no PC, mas deletei tudo.

Se você quiser, há dois textos remanescentes no blog contrafeminismo:

http://contrafeminismo.blogspot.com.br/2011/07/o-casamento-faz-o-homem-comum-retornar.html

http://contrafeminismo.blogspot.com.br/2012/01/o-unico-caminho-aceitavel-para-os-feios.html

Você também pode pegar à vontade os textos do meu atual blog:

http://homensfracassados.blogspot.com.br/

Que estão bem melhores, já que agora estou mais racional e escrevo sem qualquer tipo de ressentimento.

Valeu!

Leo Philalethes | 20 de agosto de 2012 00:44

O novo texto sobre a felicidade será escrito daqui a uns 5, 6 textos. Tem coisas que eu terei que tratar primeiro, o meu blog é um ensaio para um futuro livro e segue uma ordem pré-determinada.

Anônimo 25 de outubro de 2012 09:29

vejam mais so que da biblia!!!
1 Cor 7,29-31: "Isto vos digo, irmãos: o tempo é breve. A partir de agora, aqueles que têm esposas vivam como se não as tivessem; aqueles que choram, como se não chorassem; aqueles que se alegram, como se não se alegrassem; aqueles que compram, como se não possuíssem; aqueles que usam os bens do mundo, como se não os usassem plenamente. Porque a figura deste mundo passa".

Anônimo 9 de outubro de 2013 11:09

muito bom , gostei muito do texto .

Postar um comentário