Nessahan Alita resumido e comentado (capítulo 1)

| 1 comment
por Nessahan Alita
Livro Como lidar com mulheres (2008)
1. Características do falsamente chamado "sexo frágil"
Resumido e comentado por Soldado



1. Comparam-se umas com as outras.

2. São altamente competitivas.

3. Lutam para conquistar o homem de uma mulher linda.

Comentário: PUAs diriam "lutam para conquistar um homem pré-selecionado"

5. Detestam homens débeis e fracassados.

6. Se dão bem apenas com homens que ignoram suas flutuações de humor e seguem seu ritmo.

7. Nunca deixam o homem concluir se são santas ou “vadias” para que ele não arranje outra.

Comentário: "Finja sempre ser pura, boazinha e inocente", diz o Código de Leis Feminino, comunidade do Orkut com mais de 17 mil membros.

8. Instrumentalizam o ciúme masculino.

Comentário: recomendo a leitura de dois artigos do Doutrinador. Ciúme - uma arma para manipular paspalhos e Você é um homem honrado ou um cão de guarda?

9. Gostam de nos confundir com "torturas" mentais.

10. Tentam nos induzir a correr atrás delas para terem o prazer de nos repudiar.

Comentário: isso é denominado "seduzir e esnobar", ou jogo do "puxa-empurra", "atrai-repele", "afasta-aproxima", "ioiô" etc.



11. Sentem-se atraentes quando conseguem rejeitar um homem.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima.

12. Simulam fragilidade para ativar o instinto protetor masculino.

13. Jogam com o nosso medo de entristecê-las e desagradá-las.

14. Costumam comportar-se como se fossem desejadas.

Comentário:  "Se esse não te quer, tem quem queira.", diz o Código de Leis Feminino. vide 7.

15. Desejam um homem na mesma proporção em que outras mulheres o desejam.

Comentário: é o que os PUAs chamam de pré-seleção. Outra gíria para isso é efeito biscoito ("mulher é que nem biscoito, pega um vem dezoito"). vide 3.

16. Afastam-se para verificar se iremos atrás ou não.

17. Constantemente observam e avaliam se, como e quanto necessitamos delas emocionalmente.

18. Provocam “perseguições” atraindo e em seguida repudiando.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima. 

19. Nos frustram dando e desfazendo esperanças de sexo.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima. 

20. Levam os bobos que as perseguem para onde querem. 

21. Fogem e resistem para evitar que sua entrega provoque o desinteresse do “perseguidor”.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima. 

22. São irresistivelmente atraídas por aqueles que provocam emoções fortes.

23. São física e psiquicamente lentas (resistentes ao tempo) em certas situações: demoram para serem encantadas, para terem o orgasmo, para tomarem decisões, para sentirem falta de sexo, suportam esperar muito tempo, são pacientes etc.

24. Não se compadecem por nosso sofrimento emocional.

25. Concebem o homem ideal como seguro, forte, distante, decidido e calmo.

26. Sonham em “domar” os cafajestes porque sua conversão seria uma prova inequívoca de amor.

27. Simulam desinteresse para não serem desprezadas como "fáceis".

28. Observam e testam continuamente os nossos sentimentos até o limite de romper a relação.

29. Instrumentalizam nossos erros em seu favor.

30. Jogam a culpa dos erros delas em nós.

Comentário: é o "culpar o inocente" ou "vitimismo". Recomento a leitura do artigo Cinco jogos emocionais, de SK (nº 2 - Se fingir de desentendida e culpar você ao ser confrontada em uma situação que tu estás certo – "Culpar o inocente").

31. Sempre possuem uma desculpa para as falhas.

Comentário: é o culpar o inocente ou vitimismo. vide 30.

32. Nos submetem e manipulam sem percebermos.

33. Nunca admitem que dão abertura para que outros a cortejem. 

Comentário: recomendo a leitura do artigo do Doutrinador Você é um homem honrado ou um cão de guarda?

34. Juram fidelidade de sentimento mas se contradizem com atitudes suspeitas e “sem intenção”.

Comentário: vide 8.

35. Não têm medo de jogar até o limite porque consideram que, se o cara romper a relação, a ruptura aconteceu porque ele já não prestava mesmo.

Comentário: "se não te querem é porque não te merecem", diz o Código de Leis Feminino. vide 7.

36. São afetadas pela nossa perda apenas depois que ela realmente se efetiva.

37. Jogam com ambigüidades e evitam assumir as conseqüências.

38. São incapazes de visualizar a dor da insatisfação afetivo-sexual masculina.

39. Descobrem os limites do homem jogando com seus sentimentos.

40. Sentem um alívio em sua angústia de não serem amadas quando descobrem que alguém sofre por elas.

41. Querem ser amadas por aqueles que sejam melhores em todos os sentidos.

42. Quase nunca estão satisfeitas com os homens com os quais contraem matrimônio.

43. Detestam adaptações.

1 comment

Anônimo 18 de dezembro de 2012 21:50

Salve Nessahan, grande mestre.
Excelentes colocações.

Postar um comentário