Nessahan Alita resumido e comentado (capítulo 1)

| 1 comment
por Nessahan Alita
Livro Como lidar com mulheres (2008)
1. Características do falsamente chamado "sexo frágil"
Resumido e comentado por Soldado


Características do falsamente chamado "sexo frágil":

1. Comparam-se umas com as outras.

2. São altamente competitivas.

3. Lutam para conquistar o homem de uma mulher linda.

Comentário: PUAs diriam "lutam para conquistar um homem pré-selecionado"

5. Detestam homens débeis e fracassados.

6. Se dão bem apenas com homens que ignoram suas flutuações de humor e seguem seu ritmo.

7. Nunca deixam o homem concluir se são santas ou “vadias” para que ele não arranje outra.

Comentário: "Finja sempre ser pura, boazinha e inocente", dizia o Código de Leis Feminino, comunidade do Orkut com mais de 70 mil membros.

8. Instrumentalizam o ciúme masculino.

Comentário: recomendo a leitura de dois artigos do Doutrinador. Ciúme - uma arma para manipular paspalhos e Você é um homem honrado ou um cão de guarda?

9. Gostam de nos confundir com "torturas" mentais.

10. Tentam nos induzir a correr atrás delas para terem o prazer de nos repudiar.

Comentário: isso é denominado "seduzir e esnobar", ou jogo do "puxa-empurra", "atrai-repele", "afasta-aproxima", "ioiô" etc.
11. Sentem-se atraentes quando conseguem rejeitar um homem.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima.

12. Simulam fragilidade para ativar o instinto protetor masculino.

13. Jogam com o nosso medo de entristecê-las e desagradá-las.

14. Costumam comportar-se como se fossem desejadas.

Comentário: "Se esse não te quer, tem quem queira.", diz o Código de Leis Feminino. vide 7.

15. Desejam um homem na mesma proporção em que outras mulheres o desejam.

Comentário: é o que os PUAs (sedutólogos) chamam de pré-seleção. Outra gíria para isso é efeito biscoito ("mulher é que nem biscoito, pega um vem dezoito"). vide 3.

16. Afastam-se para verificar se iremos atrás ou não.

17. Constantemente observam e avaliam se, como e quanto necessitamos delas emocionalmente.

18. Provocam “perseguições” atraindo e em seguida repudiando.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima.

19. Nos frustram dando e desfazendo esperanças de sexo.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima

20. Levam os bobos que as perseguem para onde querem.

21. Fogem e resistem para evitar que sua entrega provoque o desinteresse do “perseguidor”.

Comentário: vide 10, sobre jogo do afasta-aproxima. 

22. São irresistivelmente atraídas por aqueles que provocam emoções fortes.

23. São física e psiquicamente lentas (resistentes ao tempo) em certas situações: demoram para serem encantadas, para terem o orgasmo, para tomarem decisões, para sentirem falta de sexo, suportam esperar muito tempo, são pacientes etc.

24. Não se compadecem por nosso sofrimento emocional.

25. Concebem o homem ideal como seguro, forte, distante, decidido e calmo.

26. Sonham em “domar” os cafajestes porque sua conversão seria uma prova inequívoca de amor.

27. Simulam desinteresse para não serem desprezadas como "fáceis".

28. Observam e testam continuamente os nossos sentimentos até o limite de romper a relação.

29. Instrumentalizam nossos erros em seu favor.

30. Jogam a culpa dos erros delas em nós.

Comentário: é o "culpar o inocente" ou "vitimismo". Recomento a leitura do artigo Cinco jogos emocionais, de Silvio Koerich (nº 2 - Se fingir de desentendida e culpar você ao ser confrontada em uma situação que tu estás certo – "Culpar o inocente").

31. Sempre possuem uma desculpa para as falhas.

Comentário: é o culpar o inocente ou vitimismo. vide 30.

32. Nos submetem e manipulam sem percebermos.

33. Nunca admitem que dão abertura para que outros a cortejem.

Comentário: recomendo a leitura do artigo do Doutrinador Você é um homem honrado ou um cão de guarda?

34. Juram fidelidade de sentimento mas se contradizem com atitudes suspeitas e “sem intenção”.

Comentário: vide 8.

35. Não têm medo de jogar até o limite porque consideram que, se o cara romper a relação, a ruptura aconteceu porque ele já não prestava mesmo.

Comentário: "se não te querem é porque não te merecem", diz o Código de Leis Feminino. vide 7.

36. São afetadas pela nossa perda apenas depois que ela realmente se efetiva.

37. Jogam com ambigüidades e evitam assumir as conseqüências.

38. São incapazes de visualizar a dor da insatisfação afetivo-sexual masculina.

39. Descobrem os limites do homem jogando com seus sentimentos.

40. Sentem um alívio em sua angústia de não serem amadas quando descobrem que alguém sofre por elas.

41. Querem ser amadas por aqueles que sejam melhores em todos os sentidos.

42. Quase nunca estão satisfeitas com os homens com os quais contraem matrimônio.

43. Detestam adaptações.

Nessahan Alita resumido e comentado (introdução)

| 1 comment
por Nessahan Alita
Livro Como lidar com mulheres (2008)
Introdução
Resumido e comentado por Soldado


1. Neste trabalho retratarei o lado negativo, a face obscura e destruidora do feminino, a qual infelizmente corresponde nos decadentes dias atuais à uma boa parte das mulheres existentes. Não abordarei seu lado divino e celestial, o qual é igualmente verdadeiro, mas apenas o aspecto negativo, o qual deve ser vencido para que a mulher nos entregue voluntariamente as chaves do paraíso. Somente por uma questão de foco, apenas esse lado estará sendo criticado.

Comentário: para evitar interpretações incorretas, o autor faz alguns esclarecimentos no texto Princípios de Nessahan Alita:
1. A maldade e a bondade existem em ambos os sexos, minha atenção sobre a maldade feminina é apenas uma questão de foco e de necessidade para estes tempos decadentes;

2. Não condeno as mulheres mas sim suas atitudes e comportamentos nos dias atuais;

3. Minhas críticas se limitam às mulheres que tive a oportunidade de observar em minha vida, e não se estendem a todas as mulheres da Terra (e portanto quem foi que autorizou qualquer analfabeto a concluir que eu generalizo este ponto?); (...)

5. A meta dos meus textos é ajudar os homens e não prejudicar as mulheres, pois as duas coisas são totalmente distintas e estão separadas (somente misóginos e androfóbicos espertinhos é que tentam confundir as duas coisas de propósito); (...)

12. Devemos aceitar os defeitos das mulheres sem nos revoltarmos;

2. Basicamente, me empenhei em descrever as estratégias femininas para ludibriar o homem no campo amoroso, acorrentando-o, os erros que normalmente cometemos e as formas de nos defendermos emocionalmente.


3. As intenções ao elaborar este trabalho foram:

i) fornecer um modelo que tornasse compreensível o aparentemente contraditório comportamento feminino;

Comentário: cabe citar o final do capítulo 5 - Sobre o desejo da mulher:
As crenças absurdas que carregamos, inculcadas desde a infância [SK chama isso de matrix], fazem-nas parecer incompreensíveis, incoerentes e absurdas aos nossos olhos mas, em realidade, a psique feminina segue uma lógica (completamente diferente daquela que imaginamos) e é totalmente compreensível. As damas não são incompreensíveis como querem, muitas vezes propositalmente, parecer.

ii) fornecer um conjunto de conhecimentos que permitissem aos homens se protegerem da agressão emocional e, portanto, que tivessem o efeito de minimizar os conflitos de gênero;

iii) desarticular trapaças, artimanhas e espertezas no amor.

Comentário: apesar de não nomear toda tática, ele ensina como e quando usá-las: "espelhamento", "concorde e amplifique", "demonstre ser liberal" etc.

4. Não foi a minha intenção simplesmente “falar mal” deste ou daquele gênero. Não maldigo as mulheres: julgo e reprovo suas atitudes negativas no campo amoroso por saber que, na guerra do amor, a piedade não parece existir, infelizmente.

5. Não se trata de uma verdade acabada, inquestionável ou da qual não se possa duvidar; são idéias expostas à discussão para aprimoramento contínuo e não dogmas. Os machistas esclarecidos são totalmente diferentes dos machistas dogmáticos (extremistas, misóginos).

Comentário: a distinção entre "machismo esclarecido" e "machismo dogmático" é importantíssima. Quando se fala em "machismo", geralmente as pessoas presumem que se trata do machismo dogmático, presente em idéias estereotipadas anacrônicas e imbecis como "inferioridade do sexo feminino" ou "lugar de mulher é na cozinha". Cito outro item do Princípios:
16. Sou a favor do machismo consciente e esclarecido, e não do machismo irracional e violento (machismo dogmático extremista), o qual é uma praga abusiva que reforça o nazifeminismo, tirando a razão do homem. 

6. Em última instância, sofremos por nossa própria culpa e não por culpa delas. O que nos enfraquece, destrói, subjuga e aniquila são os nossos próprios desejos e sentimentos. A mulher simplesmente os aproveita utilizando-os como ferramentas para nos atingir. Logo, a solução é combatermos a nós mesmos, “dissolvendo-nos” psiquicamente por meio da morte dos egos, ao invés de tentarmos forçá-las a se enquadrarem nos padrões que desejamos.

Comentário: vide 7.

7. Esta obra NÃO SUGERE manipulação de crenças mas sim mudanças comportamentais reais (não simuladas) no homem que tenham o efeito de alterar as crenças e opiniões da mulher a seu respeito. A mudança no comportamento se origina de mudanças interiores, na alma, e seu efeito esperado é o de diminuir a incidência de sentimentos negativos e de conflitos amorosos entre ambos os sexos, através de uma mudança na postura masculina. É este livro, portanto, totalmente voltado para o estado interior do homem e assim precisa ser lido.

Comentário: essa é uma lição fundamental. Você não deve tentar mudar nenhuma mulher. Você deve mudar a si mesmo; mas antes disso, deve conhecer a si mesmo. O que Nessahan chama de "a guerra da paixão" é uma guerra interna, contra as próprias paixões - apego, carência, dependência, ciúmes, fúria, luxúria, medo da perda, necessidade de aprovação, possessividade, vício etc. Cada paixão distorce sua visão de mundo e o impulsiona numa direção, às vezes contraditoriamente. Em outras palavras, a guerra da paixão visa à "morte do Ego" (Ego = eu ilusório = falso si mesmo = paixões implantadas = verdadeira origem da infelicidade).

Abaixo, os trechos do "Como lidar com mulheres" em que Nessahan fala sobre o Ego:

Ciúmes, fúria, posse etc. são debilidades que fazem parte do ego e nos deixam dominados.
Mas para não ter medo é preciso não se apaixonar. Eis porque a morte do ego é imprescindível. 
Por morte do(s) Ego(s) devemos entender a dissolução (assimilação) dos agregados psíquicos ou complexos autônomos. (...) Tanto o Ego usual da psicologia, como os complexos autônomos do inconsciente, o Ego, o Superego e o Id de Freud (1923/1997) e os chamados Alter-Ego ou Eu Superior são, no fundo, somente distintas formas de Ego, às quais necessitam ser dissolvidas para que a alma se libere e seus vários impulsos unilaterais, compulsivos e opostos sejam assimilados e fusionados. A visão egóica é uma distorção da realidade pois os múltiplos “eus” subjetivam as percepções. Por meio da compreensão, corrigimos gradativamente a distorção cognitiva inerente à cada visão compulsivamente unilateral , objetivando, assim, a visão que temos do objeto de desejo ou aversão.
Para nos livrarmos da perigosa fraqueza passional, temos que trabalhar continuamente sobre nós mesmos, eliminando nossos defeitos por meio da dissolução de nossos agregados psíquicos. Cada agregado psíquico é um ego em separado.

Amigays: você é um deles?

| 10 comments
por Doutrinador
Blog do Doutrinador (atual Doutrinador.com)
Backup por Blackmoon

Neste artigo, o Doutrinador explica sobre os miguxos (ou amigays) e porque as mulheres tentam construí-los e mantê-los por perto.


Para a mulher, não há limites para difamar o sexo masculino. Noto que há até um certo prazer masoquista em sofrer na mão de canalhas e cafajestes e depois disparar o resto da vida contra os homens.

Não conheço nenhuma mulher que nunca teve um rolo mal resolvido com um cafajeste.  Seja uma ficada que não virou namoro, um flerte que não virou ficada ou uma transa onde ele a jogou fora como um copo descartável e nunca mais ligou, todas elas tiveram ou terão um rolo mal resolvido com um cafajeste, que as transformará em detratoras dos homens pelo resto da vida.

Mas, a pergunta que não quer calar é:

se os homens são todos canalhas, palhaços, não prestam, cafajestes, podres, inúteis e cretinos, porque quando elas têm um problema emocional sempre preferem correr para algum ombro amigo MASCULINO?

O lógico seria ela sempre preferir o conselho de outra mulher, já que são do mesmo sexo e teoricamente poderiam ter maior compreensão mútua.

Mas vejam como as mulheres são ilógicas: um HOMEM faz a mulher chorar. Ela fica puta porque o lance dela com aquele homem não deu certo, então acha que todos são uns canalhas, mas pra onde ela corre pra desabafar? Para o ombro de... OUTRO HOMEM! Mas homem não era “tudo palhaço, tudo imprestável”?! 

Entendemos essa hipocrisia quando analisamos os motivos delas não revelarem suas fraquezas a outra mulher.

Motivos pelos quais uma mulher não pode se abrir com outra mulher

1.  Ela estaria assumindo que foi desprezada por um canalha, o que significa que ele achou uma mulher melhor, assinando assim um atestado de fracassada perante as amigas e sociedade;

2.  Ela poderia ser sabotada pela “amiga”, pois além de amigas, elas também são rivais quando surge algum homem destacado ou uma oportunidade de se destacar e ter o ego elevado;

3.  Ela seria o assunto de semana e a bola da vez em todos os salões de beleza do bairro. Teria que ficar na chapinha por 6 meses até a poeira abaixar.  Certo, então já que não podem revelar fraquezas para mulheres, o fazem com os homens certo? Sim, mas não todo tipo de homem.

Motivos pelos quais uma mulher também não pode se abrir com um homem hétero normal

1.  Ele vai se aproveitar que ela está exposta e vai tentar comê-la;

2.  Todas as palavras que ele ouvirá sair da boca dela soarão como “quero sexo”;

3.  Ele vai comê-la;

4.  As lamentações da mulher serão interrompidas pela voz de seu próprio pinto falando: “não perca essa oportunidade cara, vamos marcar esse gol, man olha a voz dela que tesão já to ficando duro hein”

Quem então é imprestável e indigno de confiança?

Isso tudo prova que mesmo que os homens sejam todos canalhas e imprestáveis na visão delas segundo o que DIZEM, as ações PROVAM que heterossexuais normais também não servem pra ombro amigo, pois só vão pensar em sexo e elas NÃO QUEREM SABER DE SEXO, pois já tiveram isso com o canalha que as chutou.

A solução para as crises emocionais femininas: o amigo gay


Gays são a solução para esse problema de falta de confiança delas. São originalmente do sexo masculino (portanto, são de confiança) e são assexuados (não irão querer sexo em troca por conselhos). Porém ainda existe um problema para elas.

Não há número suficiente deles, pois como eu disse, TODA mulher tem ou terá um rolo mal resolvido com um cafajeste e um trauma oriundo de um canalha, portanto a demanda de amigos gays e cabeleireiros assexuados não são suficientes para as toneladas diárias de traumas e decepções que passam nas mãos dos canalhas. Nem mesmo a parada gay seria capaz de atender essa demanda.

Solução: assexuar o homem! “Se não existem gays disponíveis, vamos criar um”!

Agora pense: se ser um miguxo já é humilhante, imagine agora que percebemos que eles são o banco de reserva dos gays! Isso mesmo miguxinho paspalho, você só está com sua amiguinha no seu ombro porque ela não tinha um AMIGO GAY acessível.

Como uma mulher constrói um amigo gay

Errado. Uma lâmpada pode ser uma entidade sexual.

1.  Desativam o dispositivo de visão anti-fracassados e começam a enxergar os que antes lhe eram invisíveis;

2.  Enfrentam o nojo e a ânsia de vômito mas conseguem emanar sinais falsos de interesse para iludi-los, como olhares, perguntas, cumprimentos e coisas que antes eram apenas reservadas aos destacados. Justificam os possíveis vômitos ao se aproximarem dos fracassados como “comi uma maionese estragada no almoço”.

3.  Começam a perguntar coisas a eles como se eles fossem importantes para elas. Problemas das aulas, do trabalho, da academia, etc. Como homens adoram se sentir úteis e sendo os alvos delas fracassados com mulheres, se iludem com esses falsos sinais de interesse e começam a achar que elas querem dar para eles.


4.  Este é o ponto crítico. Se elas não tomarem uma atitude, o pinto deles ficará duro e eles se transformarão num daqueles homens normais que querem sexo. Perigo. Hora de feminilizá-los pedindo opinião sobre catálogos de cosméticos, lingeries, dizendo que acham bonito homens que assistem novela e fazem coisas gays, dizendo que adoram homens sensíveis, dizendo que o sonho delas é encontrar um homem que chora e um homem que usa camisa rosa.

 5. Hora de comprovar o efeito: se ele aparecer no dia seguinte com uma camisa rosa e dizendo como se emocionou assistindo novamente Titanic, missão cumprida. Se isto não acontecer, voltam ao passo 4 até que aconteça.

6.  A mulher começa a cozinhar o mais novo amigo gay e manter contato esporádico apenas para não perdê-lo de vista, ficando no jogo do afasta-aproxima enquanto galopa no colo de canalhas. Agora já pode se aventurar com cafajestes pois tem um cara legal e amigo gay pronto para lhe ouvir caso lhe aconteça o previsível: ser chutada novamente em troca de uma mais gostosa.

Conclusões


- As mulheres dizem que os homens não prestam, mas quando são chutadas e precisam recorrer a alguém para desabafar, procuram justamente os homens, mostrando assim que são ELAS que não prestam;

- Homens interessantes e destacados não servem para conselheiros 24h, pois rejeitarão atuar nisso e irão querer sexo em troca de conselhos;

- Homens fracassados são carentes e aceitam sem perceber ser banco de reserva dos gays, se tornando assim mais imprestáveis sexualmente falando do que quando eram apenas fracassados;

- Elas dizem que os homens são canalhas e aproveitadores, mas se não existe um amigo gay, elas criam um sem se importar se o estão iludindo ou destruindo seus sentimentos.

- Miguxo não tem pau.

E aí champs, ainda vai continuar querendo ser um miguxo de mulher e banco de reserva dos gays?

Veja também:

Você não aceita o passado dela?

| 188 comments
por The Truth
Blog Questionando o Feminino (extinto)
Post original de 08/04/2011
Baixe aqui o backup completo do blog Questionando o Feminino

Neste texto, The Truth destrói a idéia de que o homem deve conformar-se com o passado da mulher. Se o homem sofre com isso, não deveria permanecer infeliz só para mostrar que não é preconceituoso.

Regininha Poltergeist no passado (atriz pornô) e hoje (evangélica).

Um problema que está cada vez comum na internet são os homens que não conseguem aceitar o passado da namorada. Isso é comum justamente porque o sexo e a beleza da mulher não são suficientes para compensar a frustração de não ser o primeiro. O amor não é só sexo com uma mulher gostosa! Muitas mulheres acham que isso é bobagem e machismo arcaico, mas não é. Para as mulheres céticas, experimentem fazer uma pesquisa no Google com as seguintes palavras: “Não aceito o passado da minha namorada!”

Vocês verão que há milhares de resultados e milhares de homens angustiados com essa situação. E isso não acontece só no Brasil não. Façam a pesquisa com frases em espanhol, inglês ou outras línguas. Homens do mundo inteiro estão angustiados com isso. A maioria dos sites defendem as mulheres e afirmam o politicamente correto. Isso significa que os homens que procuram ajuda sempre são vistos como inseguros ou depressivos! Aqui eu vou oferecer outro ponto de vista.

Se você descobriu com sua namorada ou noiva já transou com outros homens, não fique com raiva da mulher. Se ela transou com outros caras, isso foi um direito dela. Não a agrida! Não a xingue com palavras chulas. Isso tudo não irá te ajudar de maneira alguma!

Mas então, o que fazer? Antes de tudo, você tem que entender, que por pior que isso seja, a mulher tem o direito de transar com quem ela quiser. Mas isso significa que você tem o direito de dizer não! A mesma liberdade que ela tem de transar é a mesma liberdade que você tem dizer não!

Não vamos entrar no mérito aqui se isso é machismo ou não. Isso é um direito de escolha. Nenhum homem é obrigado a dizer sim para uma mulher. Da mesma forma, nenhuma mulher é obrigada a aceitar um homem só porque ele a ama! Ambos possuem o direito de dizer sim ou não conforme a vontade de ambos! O que o homem não pode fazer é a agredir a mulher que transou com outros homens antes dele. Não a desrespeite e a trate mal por isso. Mas saiba que você não é obrigado a casar com ela!

Então, os homens que sofrem com esse dilema, o que eles devem fazer? O que eu percebo é que os homens sentem uma culpa terrível quando não aceitam o passado da mulher, porque eles acham que isso é errado. Notem que nesse caso, o homem sofre sozinho! A mulher que erra não sofre e não se arrepende e é o homem que se sente culpado de não aceitá-la. Os homens não discriminam negativamente o passado da mulher porque são maus. Se eles fossem maus, eles não sofreriam de maneira alguma e seriam iguais aos cafajestes, que usam as mulheres sem sentimento de culpa!

O homem que sofre por causa do passado da mulher não é um homem sem caráter ou misógino. Pelo contrário, ele sente culpa, mas não consegue aceitar a realidade. Ele luta contra si mesmo para se conformar e aceitar o relacionamento! Para o politicamente correto de hoje, a mulher não erra. Por mais que a amorada dele ou noiva tenha sido inconsequente e irresponsável, a culpa cai sempre sobre o homem! A mulher promíscua não erra para a sociedade de hoje e o homem que sofre por causa do passado da mulher é visto como um machista arcaico.

O que esses caras fazem com o sentimento de culpa? Eles tentam aceitar a realidade. Então eles assumem compromisso com as mulheres como se tivessem uma obrigação moral de provar que não são preconceituosos, uma vez que eles acham que são os errados da história, pois eles são machistas e “precisam” mudar!

Agora eu pergunto para vocês:

Alguma mulher perdoa o homem pobre e desempregado?

Alguma mulher perdoa o homem feio e tímido?

Alguma mulher perdoa o homem fóbico e traumatizado?

Alguma mulher perdoa o homem que sofreu bullying no colégio e agora tem medo da vida?

Alguma mulher perdoa o homem carente e depressivo?

A resposta de todas essas perguntas é um sonoro não. As mulheres falam mal do machismo, mas elas são super machistas. Procure uma mulher compreensiva. Você não acha. Você terá que pagar uma psicóloga para te ouvir, porque a mulher odeia ouvir o homem. As mulheres não são humanistas como elas falam. Se elas não aceitam os homens nessas condições, então por que isso é visto como um direito de expressão e não como um preconceito? Os direitos são iguais! Se as mulheres têm o direito de rejeitar homens pobres e feios, tímidos e desajeitados, os homens possuem o direito de recusar casamento com mulheres promíscuas!

O principal machismo dos homens, segundo as mulheres, é o preconceito contra a promiscuidade feminina. Mas agora, quantos preconceitos as mulheres possuem? Inúmeros! Muitos homens adorariam trocar de situação com as mulheres. Eles queriam ser exigidos como as mulheres são. Ou seja, eles seriam amados apenas por existirem, assim como as mulheres são. Há inúmeras mulheres que são amadas só porque existem. Elas não têm carro, não possuem dinheiro, não possuem curso superior, não trabalham e não são produzidas. Elas existem e são amadas. Será que muitos homens não gostariam de trocar de situação?

Mas nesse caso, a sociedade reprime o homem, porque isso é visto como um preconceito inaceitável. Mas paradoxalmente todos os preconceitos femininos são aceitáveis. Aonde eu quero chegar com isso? As mulheres possuem muitos preconceitos. Hoje, elas estão cada vez mais fetichistas e os fetiches delas envolvem sempre exigências de dominância.

O que eu quero dizer é que o homem não deve se sentir mal e culpado por não conseguir amar uma mulher que é promíscua, justamente porque isso é instintivo. Ele não aprende a ser assim. Ele simplesmente é assim e isso é involuntário. Alguns foram criados em ambiente liberal e sofrem com isso. Portanto, a educação não explicaria o conflito desses homens. Alguns tentam superar o suposto preconceito e não conseguem e somente sentem muita culpa! O homem sofre porque está lutando contra a natureza dele e tentando aceitar situações que naturalmente são frustrantes. Não adianta o homem tentar bancar o moderninho, o liberal, se ele continua infeliz por dentro. O único infeliz acaba sendo ele e ele se sacrifica para viver frustrado e agradar um politicamente correto que nunca se importou com ele.


O homem não tem que sentir culpa por ser homem. Ele não tem que se adaptar a algo que é artificial. Isso não significa que ele deve maltratar a mulher, por causa do seu passado. Ele simplesmente não tem a obrigação de casar com ela para provar que não é machista. Alguns homens bonzinhos e sensíveis acham que precisam casar com a mulher. Eles criaram uma obrigação moral que não existe! Mas elas mesmas só estão com eles porque foram usadas pelos cafajestes. Homens bons, honestos e direitos merecem mulheres com bons valores e não as promíscuas vulgares. Se as mulheres não querem os certinhos, os bonzinhos e sensíveis, são elas que estão erradas. Se elas aceitam homens promíscuos, só porque eles são poderosos, são elas que estão erradas! O homem tem o direito de exigir pureza das mulheres, pois isso é uma exigência como qualquer outra. Se ele não encontrar mais uma mulher assim, aí é outra história, mas o direito de exigir, ele tem, pois isso é uma liberdade de escolha, assim como a mulher tem a liberdade de escolher os mais ricos, bonitos e bombados.

O politicamente correto dos dias de hoje acabou com o erro feminino. Então tudo o que as mulheres fazem de errado na vida vira experiência, “independência” e auto-afirmação igualitária! E a história é sempre a mesma em quase todos os casos. A mulher oferece o corpo para o cafajeste, mas ele a usa e some no outro dia. Então, quem tem que salvar a mulher do destino cruel e imerecido? É o homem bonzinho, sensível, aquele que as mulheres nunca escolhem de primeira! Ele tem a missão de ser o seguro dos erros femininos. É inaceitável que um homem esforçado e de bom caráter, termine com uma mulher que sempre fez questão de desprezá-lo. Se esse homem for inteligente, ele irá escolher uma mulher um pouco menos atraente, mas com bons valores. A gostosura feminina não compensa as humilhações que um homem passa ao lado de algumas mulheres problemáticas que tiveram boas chances na vida e jogaram essas chances fora.

Como foi dito no começo do post, ninguém pode proibir a mulher de fazer nada. Se você descobrir o passado de tua namorada, não fique nervosão. Nessa hora, controle os impulsos e só fale com a mulher quando você estiver bem calmo. Não adianta perder a cabeça, mesmo que ela seja a mulher da tua vida. O homem não pode jamais agredir a mulher por causa disso. As mulheres dizem não dezenas, centenas, milhares de vezes e não sentem culpa alguma por isso. Se você não for capaz de aceitar o passado da mulher, diga não sem culpa, mas diga não sem agredir a mulher.
A síntese do texto é: Se você não aceita o passado dela, REJEITE-A.

O que não pode é ficar no dilema de querer manter um relacionamento indo contra os seus próprios instintos, sofrendo internamente e silenciosamente.

Porém...

Tem gente que só aprende que fogo queima se queimando.

"Tem gente que aprende na primeira, tem gente que aprende na segunda, e tem gente que não aprende".

Para essas pessoas, dou o conselho abaixo, do Andi.

Andi: Eu aconselho todo homem que nunca namorou namorar pelo menos uma vez.

Se ele não se fuder na primeira, passe pra segunda e assim por diante até chegar a hora dele se fuder na mão de alguma e cair na depressão. Se ele conseguir superar, se tornará um homem de verdade, caso contrário pode acontecer dele se suicidar. É aquele ditado... 'o que não mata fortalece'.

O cara tem que se fuder pra poder sair da matrix. Ninguém sai da matrix só na teoria.
Travis: Em vez de exigirem que os homens sejam virgens e pouco rodados, as mulheres querem se igualar aos homens de outra forma: exigindo o direito de dar pra todo mundo. Mas se esquecem que não somos obrigados a aceitar vadias para casamento. Se elas gostam de cafajestes, o problema é delas. Não somos iguais e queremos mulheres decentes.

Miguxismo

| 4 comments
por Doutrinador
Título Original: Guia do Homem Honrado Parte 1 - Miguxismo
Blog do Doutrinador

Hoje vou falar sobre um dos maiores males e humilhações que um homem honrado pode passar: o miguxismo.

Por que o miguxismo é tão humilhante?


Amizade entre homem e mulher não existe. As mulheres geralmente usam seus “amigos” como muletas emocionais para quando são dispensadas por cafajestes.

O “miguxo” é o cara que vai botar a moral dela pra cima quando ela estiver mal, é o cara que vai estar ali sempre à disposição inflando o ego dela e fazendo favores.

O homem quer comer a mulher, não ficar ouvindo lamentações. Ele o faz apenas com esperança de conseguir alguma coisa com isso. A maioria dos homens ainda acha que as mulheres vão premiá-los com sexo e carinho se eles forem atenciosos e sensiveis com elas. Não poderiam estar mais enganados: elas gostam de quem as despreza.


Elas usam o sexo como instrumento de dominação do homem, e caras que estão de joelhos para elas fazendo tudo para agradá-las já estão dominados, o que as faz perder totalmente o interesse sexual. A esses homens só restará assistir de camarote a mulher que eles “amam” ficando com um cafinha aleatório diferente por semana que conheceram há 5 minutos na balada.

Enfim, você quer ficar discutindo catálogos da Natura, fazendo favores e ouvindo lamentações dela a respeito dos seus machos, tendo sua masculinidade jogada no lixo e sendo visto como eunuco? Não? Então continua lendo o tópico, seu paspalho!

Afinidades: elas cagam e andam para isso

Quem aí nunca conheceu uma mulher que “magicamente” gostava das mesmas bandas, filmes ou tinha muita coisa em comum e ficou idealizando sobre ela achando que encontrou a alma gêmea?

É comum para os homens se apaixonarem por mulheres por afinidades. É por isso que muitos homens se apaixonam por amigas. Já o contrário, estamos carecas de saber que não acontece. Por quê? Pois as mulheres não dão a mínima pra isso, manézão.

Enquanto você fica aí conversando com ela o dia inteiro no MSN achando que encontrou sua alma gêmea porque ela gosta da sua banda favorita de metal, uma banda de black metal finlandês que ninguém conhece, ela está dando pro guitarrista drogado e tatuado de uma banda.

Elas só querem saber de homens destacados (seja por beleza, status, poder, dinheiro, liderança, fama, etc), não dão a MÍNIMA pra sua inteligência e interesses que você tem em comum com elas.

Ou seja, enquanto você fica aí conversando por horas com ela achando que está impressionando, ela fica com sujeitos na balada que não precisam falar mais de meia dúzia de palavras.
E isso acontece com todo tipo de mulher, seja ela rockeira, funkeira, pagodeira ou o escambau.

Como escapar da friendzone?

Tenho uma coisa boa e uma coisa ruim pra te falar, seu paspalho!

A ruim é: se a mulher quer que você seja miguxo, ela vai fazer de tudo pra que você seja miguxo, não importa o que você faça. Mesmo que você deixe suas intenções bem claras desde o início, ela vai fazer de tudo pra te transformar num merdão assexuado. Quando a mulher não vai com a sua cara e não te vê como homem, desista.

Pare de acreditar que pode “conquistar” uma mulher sendo romântico, mostrando que se importa com ela, lendo Shakespeare, etc.Pare de acreditar em “amizade colorida”, isso só existe com cafajestes que têm várias mulheres à disposição e que não querem assumir a mulher para compromisso sério, aí elas inventam esse negócio de “amizade colorida” para continuarem dando para o cara. A mulher não faz sexo por prazer, e sim para dominar um homem “indomável” e fazê-lo se apaixonar por ela, isso gera inflamento de ego, que é o sentido da vida delas.

A notícia boa: você não precisa aguentar as merdas dela. O que fazer?

1) Deixe bem claras suas intenções desde o início, mandando indiretas (ou diretas mesmo) e chamando pra sair pra levar ao abate logo.

2) Quando a mulher vir falar dos seus machos ou se lamentar, invente alguma coisa e saia pela tangente. você não é obrigado a ser psicólogo particular da vadia. Não pense que só por ela estar fragilizada por terminar com um cafajeste ela vai ficar com você. Mesmo se ficar, provavelmente vai pensar no cafa enquanto estiver com você. você quer passar por essa humilhação?

3) Se a mulher continuar te tirando pra miguxo e negando suas investidas ou fingindo que não está levando-as a sério, corte relações com a ela logo de uma vez, pois não vai rolar nada, você só serve pra conversar e ser psicólogo gratuito mesmo, enquanto ela entrega o que tem de melhor a cafajestes que acabou de conhecer. Se você ainda tem um resquicio de Honra e culhões, então deve perceber que essa situação é humilhante.

O maior crime que um homem pode cometer: manifestar a sua sexualidade


Para as mulheres, um homem de bem manifestar sua sexualidade é um crime hediondo. Muitas vezes, quando um miguxo assexuado se declara pra mulher, ela se sente até ofendida e traída, como se um cara ser macho e não um eunuco psicólogo particular fosse uma grande afronta. O que elas fazem com seus miguxos é uma castração, apenas isso.

Engraçado que para cafajestes não é crime. Elas vêem com bons olhos as investidas deles, elas não se importam se eles desejam comer o CU delas no primeiro encontro. Enfim, o pensamento das mulheres é mais ou menos assim:
Homem de bem manifestando sua masculinidade: traidor, aproveitador, tarado, estuprador.
Cafajeste manifestando sua masculinidade: ousado, sedutor, macho, quero dar pra ele.

É isso meus amigos, espero que tenha sido de alguma valia o post para os senhores. Preservem sua Honra, ela é a coisa mais valiosa que vocês têm. Não sejam amiguinhos assexuados de mulheres.

Você é virgem? Então as mulheres te vêem como um merda

| 7 comments
por Homem Honrado
Guia do Homem Honrado - pt. 4 - Virgindade
Fórum UOL Jogos

As mulheres odeiam e sentem nojo de homens virgens e inexperientes. Obviamente elas nunca vão admitir isso pra vc. Elas precisam manter suas imagens de santas, que adoram homens românticos, bonzinhos e castos, mas todos sabem que isso é uma grande mentira. Quanto mais é um homem, mais ele é desejado pelas mulheres. Ou por acaso vc vê filas de mulheres querendo ficar com nerds?

 

Elas não querem ensinar um homem a foder, querem ser conduzidas na cama 

As mulheres se importam muito mais com a "rodagem" dos homens do que o contrário, mas elas se importam de maneira reversa: para elas, quanto mais comedor é o homem, quanto mais experiência sexual ele tiver, melhor. Elas querem homens que saibam conduzi-las na cama, que as comam virilmente em várias posições, que não gozem rápido, que saibam pegar de jeito. E essas coisas, homens inexperientes dificilmente conseguirão fazer.

Por mais que vc arrume uma namoradinha e perca a virgindade com ela, ela vai fingir que foi ótimo, vai fingir que te ama, vai falar que acha lindo vc ser virgem, sendo que na realidade, ela estará pensando no ex-namorado cafa que comia ela de todos os jeitos, e não tem coisa mais humilhante para um homem que isso.

Quando forem comer uma mulher, não sejam delicadinhos e românticos. Comam com virilidade, peguem com força, dêem tapas na bunda, puxem o cabelo, falem palavrões, etc. É disso que elas gostam. 

Vc gosta de rodadas? Vc é um desonrado de merda 

Os homens preferem mulheres menos rodadas para relacionamento sério. Por causa do nosso instinto territorialista viril, não suportamos pensar que nossa mulher já esteve na pica de outros machos. Isso é humilhante e é uma bomba nuclear na cabeça para um homem que honra seus culhões. Não estou falando dos desonrados atuais que sentem tesão em ver suas esposas sendo enrabadas por negões. Estou falando de homens que ainda possuem no mínimo algum resquício de Honra. Jamais assuma compromisso com uma rodada, a não ser que vc queira ter belos chifres enfeitando sua cabeça. 


Livre-se desse peso imediatamente, paspalho 

A virgindade para o homem é um enorme peso. Um homem que nunca comeu uma mulher se sente um merda, um fracassado, e sua auto-estima vai ficando em frangalhos com o passar do tempo. Por isso, PERCAM A VIRGINDADE AGORA MESMO COM UMA PUTA. Arrependo-me por não ter feito isso quando era mais jovem. Não é a toa que era um costume antigamente os próprios pais levarem os filhos no puteiro para perderem a virgindade. Isso é extremamente saudável, é uma etapa que precisa ser passada para que o homem possa crescer sem neuroses, sem um peso nas costas, sem traumas. Recomendo não só perderem a virgindade com uma puta, como também treinarem mais algumas vezes com elas para pegarem prática, para não parecerem cabaços retardados quando forem pegar suas primeiras "civis". 

Não se engane, as mulheres não sentem pena de vc, e não acham "bonitinho" vc ser virgem 

Lembre-se, a mulher não sente piedade alguma de vc. Ela não hesitará em te humilhar caso vc falhe na hora H (o que é muito comum com jovens inexperientes que ficam muito nervosos na hora). Ela não vai hesitar em contar para as amigas dela sobre o seu fracasso, sobre vc ser uma merda na cama que goza em 5 segundos. As mulheres são extremamente cruéis e sádicas e não perdoam esse tipo de coisa. Jamais conte a uma mulher que vc é virgem, jamais revele nenhuma fraqueza sua. AS MULHERES NÃO SENTEM PENA DE HOMENS. Homens para elas têm que ser fortes, misteriosos e viris, e não emos chorões. Elas não dão a mínima para o sofrimento masculino, elas CAGAM para os seus sentimentos.

A mulher não quer um homem com mais problemas que ela. Ela quer um homem para RESOLVER OS PROBLEMAS DELA. Portanto, devo frisar novamente: jamais conte um segredo para uma mulher, jamais peça conselhos para uma mulher, jamais revele fraqueza alguma. 

Mulher certa é minha pic.a 

Vc é virgem pq está esperando a mulher certa? O amor da sua vida? PARE COM ISSO AGORA, PASPALHO. Vc é um macho viril reprodutor ou uma mocinha que fica sonhando com o príncipe encantado? Não seja tolo. Não desperdice sua juventude procurando uma mulher exceção que pode nunca aparecer (e é bem provável que não apareça). As "melhores" mulheres estão nos braços dos cafajestes, e são fiéis e submissas a eles, enquanto pra vc, só sobrarão Dragonzords rodadas. 


 
Isso é o que te espera, paspalhão. 

Por isso, coma uma puta o quanto antes e livre-se desse fardo da virgindade. Pare de ficar se vitimizando em fóruns na internet e não sabendo onde botar a cara quando seus colegas falam de sexo. Vire homem de uma vez por todas. Se vc não fizer nada, será virgem até os 30 ou 40 anos. É isso que vc quer, car@lho? 

Força e Honra. 
Sem mais. 

Você é um Homem de Pedra ou um Homem Gelatina?

| 9 comments
por Doutrinador
Blog do Doutrinador (atual Doutrinador.com)
Backup por Blackmoon

Você é um Homem de Pedra com emoções inabaláveis? Neste artigo o Doutrinador ensina três situações em que você está sendo testado, e os nove requisitos para ser um Homem de Pedra.


Muitos me perguntam qual o segredo para o homem conseguir conduzir um relacionamento e garantir o respeito da mulher dentro de uma relação fixa. Obviamente não existe segredo ou milagre, mas um caminho correto. Esse é o caminho do que chamo de genuíno homem de ferro, ou pra simplificar, o homem de pedra.

Para sobreviver ao relacionamento hoje em dia, o homem deve ser como uma rocha indestrutível, um monte impossível de ser escalado e conquistado, uma montanha tenebrosa, que oferece temor ao mesmo tempo que oferece proteção.

Isso significa que esse tipo de homem não pode ser destruído jamais, em sentido emocional. Não pode ceder a lágrimas, não pode ceder a choramingos de merda, não pode se abalar com crises nervosas, não pode cair em jogos de ciúme cretinos. Deve ser frio como uma pedra, pouco falador e jamais ser insistente.

Por exemplo, quando sua namorada/esposa fica puta, monossilábica ou tentando lhe imputar ciúmes, ela na verdade está testando sua autoridade dentro da relação. Isso mesmo, ela quer saber até que ponto pode lhe irritar para avaliar seu grau de dependência e avaliar seu valor.

Compare as situações abaixo e veja a diferença entre um homem de pedra e um homem gelatina, o típico bundão apaixonado que é presa fácil para todo tipo de joguinho emocional.


SITUAÇÃO 1:
Quando ela fica monossilábica

HOMEM DE PEDRA: Ignora e some até que ela resolva ceder. Devolve o inferno mental na mesma moeda e resiste nesta queda de braço silenciosa até que ela não suporte. O QUE COMUNICA: que não está interessado em ler mentes; que não se interessa em iniciar discussões de relação inúteis; que ela não pode lhe imputar ordens subliminarmente; que o sumiço dele é a maior punição por esse comportamento; que é perda de tempo ela fazer isso pois ele caga e anda.

HOMEM GELATINA: Fica insistindo para que ela fale o que está acontecendo, se sente culpado, fica sensibilizado e cismado, acha que está virando corno, fica completamente perdido, fica mimando a mulher feito um otário. O QUE COMUNICA: Dependência emocional, indica que está disposto a assumir a responsabilidade de qualquer crise na relação; que ela pode conseguir o que quiser mesmo sem falar uma palavra; que a ausência dela para ele constitui uma punição.

SITUAÇÃO 2:
Quando ela lhe inspira ciúmes (flertando com outros machos, aceitando assédio alheio etc.)

HOMEM DE PEDRA: Não se altera emocionalmente, não fica puto de raiva, apenas lhe dá um ultimato e some, se recusa a discutir sobre o tema. Aplica a devida punição (emocional) sem piedade caso ela insista em flertar com outros após o ultimato. O QUE COMUNICA: Que não depende dela para nada; que é desapaixonado, independente e impenetrável pelo ciúme; que não a considera uma deusa única; que pode achar outra mulher quando quiser.

HOMEM GELATINA: Fica puto, com raiva, faz escândalo, xinga o assediador, fica histérico, comete crimes passionais, puxa a mulher com força para perto dele, fica dando sermão imbecil, acredita que a culpa são dos cafajestes assediadores e aceita a inocência da mulher, chora de raiva. O QUE COMUNICA: Que ela é a única mulher do mundo para ele; que ele perde o controle com um simples gesto dela; que ela pode receber assédio de outros pois o corno acreditará que ela não tem culpa; que ele não tem valor para conseguir outra mulher; que é apaixonado e não admite perdê-la; que é domado em sentido emocional e age como cão de guarda irracional.

SITUAÇÃO 3:
Quando ela fica puta, de TPM e raivosa

HOMEM DE PEDRA: Olha friamente pra mulher e a ignora; é seco, direto e indiferente nas respostas; some para se divertir em outro lugar; não abre mão de suas diversões não importa o quanto ela esperneie; não lhe dirige a palavra, não aceita discutir; a premia adequadamente com sexo e atenção quando ela volta ao normal. O QUE COMUNICA: Que caga e anda para crises histéricas; que ela não é a única fonte de prazer no mundo; que é bom ela ficar pianinho dentro da relação para ter a companhia dele.

HOMEM GELATINA: Discute com a mulher por horas e fica com raiva, fica emburrado, chora de raiva, não se diverte com outras coisas (não tem “cabeça” pra isso), resolve agradá-la pra não vê-la ficar brava, deixa de fazer as coisas que gosta porque ela reclama, dá presentes e mima a mulher para que ela volte a lhe dar carinho. O QUE COMUNICA: Submissão, dependência, aceitação de autoridade da mulher, que a companhia dela é essencial na vida dele, que ela está no comando, que basta ela ficar de TPM para ser bajulada pelo paspalho e tratada como uma deusa pelo parceiro babaca.

POR QUE AS MULHERES VALORIZAM AS ROCHAS EMOCIONAIS E DESPREZAM OS HOMENS GELATINAS?

Na mente feminina, a associação de medo = proteção é positiva. É isso que as fazem sentir-se atraídas por bandidos, criminosos, traficantes, líderes mafiosos, por exemplo. Sentem medo e portanto concluem que os “inspiradores de medo” são fontes de proteção caso elas estejam ao lado deles, caso consigam sua simpatia e aprovação.

Ao ser uma rocha intransponível, inabalável, independente emocionalmente da mulher, um verdadeiro Colossus emocional, você se torna um desses homens temíveis. Ao serem repelidas e punidas emocionalmente pelo homem quando ofensivas e premiadas quando dóceis, sentem proteção e segurança dignas de um pai, e uma proteção que só uma rocha inabalável pode proporcionar.

Quer ser um destes? Eis os pré-requisitos para ser um Homem de Pedra inabalável em sentido emocional:

1- Não se apaixonar (ser independente)
2- Ter consciência de que ela não é a única mulher do mundo
3- Ter consciência de que o relacionamento é uma parceria e não uma união de almas perfeitas
4- Ter consciência de que a mulher não é um ser indefeso, imaculado e santo
5- Não ter medo de cobrar que a mulher faça sua parte dentro da relação
6- Adquirir uma expectativa de vida sólida fora da relação
7- Entender a mente feminina
8- Ter noção de seu valor como macho e trabalhar para aumentá-lo
9- Não ter medo de perdê-la

No próximo post, detalharei todos estes passos.

PS.: Quem lê esse blog e outros da esfera masculina já devem conhecer Nessahan Alita, o cara que abriu as portas para que os homens começassem a se proteger das manipulações femininas e conseguissem ser um tipo de macho além dos extremos cafajeste ou paspalhão. Em seus livros, ele ensina a se desvencilhar dos joguinhos femininos e como adquirir uma postura ideal nos relacionamentos. Recomendo a leitura de todos os livros do autor (gratuitos). Faça o download aqui.