Você é um homem honrado ou um cão de guarda?

| 18 comments
por Doutrinador
Baixe aqui o backup completo do blog do Doutrinador


Sábado à noite. Você pega sua namorada e vão para um barzinho. Dois palhaços passam por vocês e mexem com ela. Seu sangue sobe imediatamente. Ela olha pra sua cara e fica esperando sua reação, sem dizer nada. Você vai tirar satisfação com os caras e ela fica tentando apartar a briga, como se ela mesma não a tivesse provocado. Não importa o resultado do conflito, você acha que fez bem em defender sua pobre e indefesa mulher. Parabéns, você foi vítima de uma pseudo-indefesa.

Há um forte mito entre os homens de que defender sua mulher é algo SEMPRE honrado. Na teoria realmente é algo belo, mas há alguns detalhes que passam despercebidos da maioria. Acham que estão sendo homens honrados, mas na prática não passam de cães de guarda sarnentos à disposição de sua dona. Explico.

O sonho de toda mulher é ser disputada por vários homens, para assim poder ficar com o sobrevivente mais forte. Tanto isso é verdade que é sempre o assunto central em comédias românticas: vários paspalhos correndo atrás de uma única mulher e se matando por ela.

Fingir que é indefesa aos “gaviões” e esperar que você tome alguma atitude é uma forma dela provocar ciúmes (dependência) em você e ao mesmo tempo ser o centro das atenções. Elas assumem compromisso mas não toleram ficar fora do mercado. Querem as duas coisas.

Em todas as situações, porém, a mulher age de forma a não poder ser flagrada. Ou seja, se você reclamar dela dar abertura a outros homens e insinuar que ela é vadia, dirá que você vê maldade, que são apenas amigos e que você quer isolá-la do mundo. Se outros a assediarem, ela não fizer nada e você não a defender, ela fará com que pareça que você falhou em não a defender e o tomará como inferior. Se ela falar com um ex-namorado amigavelmente e você reclamar, dirá que são apenas bons amigos e que você é ciumento e possessivo com complexo de inferioridade. Você cairá facilmente nesse tipo de lavagem cerebral se estiver apaixonado e muito próximo da mídia feminista, que diz que toda mulher é inocente, cotadinha, indefesa e sempre vítima. Explicarei agora porque você não deve NUNCA acreditar nisso.

O MITO (CONVENIENTE) DO SEXO FRÁGIL

Não paspalho, mulheres não são indefesas. Elas vivem pisando em homens bonzinhos. Vivem dando foras em assediadores bundões. Vivem rindo da cara de fracassados que tentam chegar perto delas de forma desajeitada nas baladas. Vivem pisando em trabalhadores tímidos que tentam cortejá-las sem sucesso. Vivem inovando nas táticas de dispensar um cara inferior e depois rindo em banheiros femininos de como foi bom dispensar aquele "otário". Então porque quando um cara interessante as aborda elas olham pra você, ficam apenas sem jeito e esperam uma reação sua?

Sim, quando chega um cafajeste ou ator global, elas se derretem, deixam o cara assediá-las e acionam o conveniente botão do sexo-frágil pra fazer com que o namorado ou marido seja o cão de guarda e comece a brigar com outros por ela peito um pitbull amestrado.

Uma mulher que não esboça qualquer reação ao ser assediada está assinando um atestado de que gosta daquilo que ouve, sente e vê. Se um garanhão mexe com sua namorada e tudo o que ela faz é ficar sem jeito e olhar pra sua cara como que dizendo “Pega, Rex!”, tenho más notícias pra você. Você não é um homem honrado que defende a sua fêmea e sim um vira-lata amestrado pronto para servir.

Jamais permita que, devido ao apaixonamento, ela o transforme num cão de guarda. Exija que ela mesmo se defenda dos assédios AGORA assim como se defendia deles quando era solteira. Se ela for assediada e reclamar pra você, questione porque ela não se defendeu, e mostre profundo desgosto e desaprovação, revertendo assim o veneno contra ela. Será um golpe inesperado, pois o esperado era que você tivesse um ataque de ciúmes e a tratasse como uma princesinha indefesa. Com isso, você estará mostrando o que espera dela e fechando as portas para novas tentativas de transformá-lo num cãozinho adestrado.

QUANDO VOCÊ DEVE AGIR?

Há apenas uma exceção nesse caso: se alguém tentar tomar sua namorada/parceira à força contra a vontade dela ou se ela claramente o rejeitar e der-lhe um fora e mesmo assim o paspalho insistir e persegui-la.

Há um mito de que os namorados devem sempre defender suas namoradinhas indefesas de garanhões assediadores e que, se sua mulher transar com algum deles, a culpa é sua por não ter afastado o cara e "aberto concorrência". Não permita que isso aconteça com você, nem se transforme num vira-lata sarnento que passará o resto da vida defendendo uma mulher que está na posição de conforto apenas esperando ser assediada. Se fizer isso, um belo dia receberá um chapéu de corno e ela dirá que foi culpa sua pois não a protegeu e a "fila andou".

Honre suas bolas AGORA e mostre que é um homem honrado, e não um cão de guarda sarnento.

O que é machismo?

| 10 comments
por Deyvson Moutinho
Título original: O que é ser machista?
Site Reflexões Masculinas


Quando uma mulher chama um homem de machista é sempre em tom de ofensa, e essa palavra é utilizada nas mais variadas situações, sendo que pode significar qualquer coisa e nada ao mesmo tempo. É frequentemente associada a homens com valores mais tradicionais, mas também é utilizada para descrever bandidos que agridem mulheres, como se fossem idênticos. E não raro vemos essa palavra ser utilizada para qualquer comportamento natural masculino, como se ser homem em si mesmo fosse um comportamento a ser repreendido.

Essa confusão nasce do pressuposto errôneo, conforme a ortodoxia feminista, de que homens e mulheres são essencialmente iguais, quando não são (óbvio que homens e mulheres devem ter direitos iguais, o que questiono é a idéia de que não existam diferenças comportamentais entre os sexos). E não apenas isso, elas tomam como o ser humano padrão as mulheres, logo tudo que é masculino deve ser evitado, e não raro podemos ver como que o movimento feminista atrai facilmente homens efeminados. Já qualquer homem normal é repudiado, como não poderia deixar de ser, por ser machista.

Primeiramente devo esclarecer algo: as feministas acreditam que o machismo é uma “construção social”, não acreditam que os homens tenham uma natureza, acham que somos tábulas rasas que elas podem ensinar a pensar como elas. Não importa que toda a nossa educação seja feita por mulheres, muitas vezes fortemente influenciadas pelo feminismo ou valores modernos como um todo, elas ainda acham que quando um homem não age da forma que elas exigem é falta de que se pregue mais feminismo, que se pode mudar a natureza masculina através de doutrinações.

Concordo quando se afirma que os homens são mais violentos, agridem mulheres e outras coisas, não irei questionar isso. A taxa de homicídios contra os homens é 10 vezes maior do que contra as mulheres, mas concordo que as mulheres não matam os homens como os homens matam as mulheres. Porém não creio que mil anos de feminismo fariam diferença com relação a isso, a única coisa que pode reduzir esses comportamentos são punições severas para intimidar novos infratores, ainda assim isso nunca se resolveria de forma definitiva. Não se pode educar um homem para não ser homem, para não ter as características masculinas que em muitos pontos são louváveis, mas em outros leva a diversos comportamentos anti-sociais, ainda mais em uma sociedade onde há poucas oportunidades para os homens extravasarem seu lado mais violento de forma segura.

O feminismo não luta contra o machismo, ou seja, um comportamento masculino socialmente construído. Mas sim contra a própria natureza masculina, e essa palavra não tem outra função que essa, estigmatizar o comportamento natural masculino, e a forma de pensar masculina, a tornando essencialmente má. O machismo, enquanto “movimento social” não existe, é uma invenção feminista, simplesmente uma palavra criada para ofender. Nenhum homem se identifica como machista, e quando o faz é devido à frequentemente o comportamento masculino ser identificado como machismo de tal forma que é impossível ele ser homem e não se enquadrar no adjetivo machista.

Para uma feminista não há decisões pessoais, não existem pessoas, apenas a “sociedade”, como sendo uma espécie de ente abstrato com vida própria. Não é um homem, enquanto pessoa, que decidiu cometer um crime, e sim a “sociedade machista”, como se o machismo fosse uma espécie de força maligna que entra nos homens e obriga eles a fazerem coisas más, e não que um homem, enquanto indivíduo, decidiu realizar um ato violento. Dessa forma se você mata uma mulher você é machista, se você rejeita uma mulher promíscua, você é igualmente machista, facilmente colocando no mesmo patamar um valor masculino comum com um crime bárbaro.

Não é preciso dizer o absurdo que é chamar uma mulher de feminista só por ser uma assassina. Um homem se vê como indivíduo, dessa forma assume sozinho a responsabilidade pelos seus atos, assim como não culparia todas as mulheres pelo ato de uma. Mas uma mulher, caso seja feminista, verá no ato de um único homem entre milhões um problema social, e consequentemente culpará todos os homens. Dessa forma conseguem o malabarismo de transformar um único assassino em milhões de homens como uma representante do machismo, de modo que todos os homens viram um pouco assassinos pelo ato de apenas um.

Por fim, outro problema com essa estigmatização da natureza masculina é a crença de que os homens devam ter os mesmos valores que as mulheres. Uma feminista, enquanto mulher, vê como positivo o comportamento promíscuo em um homem, e não entra na cabeça dela como que um homem possa não ver como algo positivo uma mulher promíscua. Ou seja, entre a natureza masculina e a feminina, a feminina está sempre certa, logo o cara é machista, não passa de um estuprador ou um assassino em potencial só por não gostar de promíscuas. Não que todos os homens não gostem de promíscuas, esse é um exemplo entre muitos onde pode ser demonstrado que a raiva do tenebroso “machismo” não é nada além do que uma revolta contra a natureza masculina.

O machismo não mata e a sociedade não tem vida própria. Assassinos matam e a sociedade é composta de indivíduos com livre-arbítrio.

Em suma, o homem que fala o que pensa é automaticamente machista, o machismo é um termo inventado para demonizar a própria subjetividade masculina e o comportamento natural masculino como um todo. Não é atoa que é difícil alguém não ser gay e não ser considerado machista, pois somente os homens que pensam semelhante a uma mulher não são machistas.

___________
Defendo, sim, um machismo esclarecido, tolerante e consciente. Não poderíamos ir contra o machismo em si porque estaríamos indo contra nós mesmos. A expressão "machismo" provém da palavra macho e não implica intrinsecamente em opressão, exploração ou violência, como as feministas dogmáticas tentam, propositalmente, fazer parecer para confundir as pessoas e induzi-las a concluir que os machos são maus, violentos, opressores e perigosos por natureza.
-Nessahan Alita
A palavra “machismo” ainda causa revolta em muitas pessoas, devido à maneira (propositalmente) equivocada que as feministas disseminaram. Se consultar qualquer dicionário, provavelmente encontrará tais definições para o verbete machismo: “modos ou atitudes inerentes aos machos”; “aquele que é contra o feminismo”; “idéia de superioridade do homem sobre a mulher”.

Incrivelmente, a idéia mais difundida é a última, exatamente a que nós, machistas esclarecidos, repudiamos. Há que pense que machismo significa “ódio às mulheres”, mas isto se chama misoginia. Machistas não odeiam mulheres, quem as odeiam são chamados de misóginos. (...)

O machista esclarecido tem comportamentos de macho natural, mas também de homem civilizado. Ele não é aquele sujeito que arranja brigas apenas para provar sua coragem ou qualquer outro tipo de idiotice para demonstrar o poder de sua masculinidade.
-Lobo Sagrado
__________

CONCLUSÃO:
Machismo tem os seguintes sentidos:
1. Modos ou atitudes inerentes aos machos de sua espécie.
2. Idéia de superioridade do homem sobre a mulher; comportamento de quem não admite a igualdade de direitos entre o homem e a mulher.

Algumas pessoas, principalmente feministas, confundem os diferentes conceitos de machismo.

O machismo esclarecido rejeita o conceito 2.

Como diz Nessahan, "Aqueles que tentam controlar o comportamento alheio, cercear a liberdade, violar o livre arbítrio, obrigar o próximo a fazer o que não quer etc. estão bem longe de entender o que o machismo esclarecido propõe". O machismo que aceita o conceito 2 é o machismo dogmático.

O machismo esclarecido aceita o conceito 1, mas não de forma desenfreada.

Como diz Nessahan, "O homem nasce da vitória sobre o animal, sobre o instinto. Vencer o instinto não é enfraquecê-lo ou suprimi-lo, mas dominá-lo, transcendê-lo, dirigi-lo e usá-lo em nosso favor. Em uma palavra: assimilá-lo".

Machismo esclarecido é o machismo racionalsistematizado e justo.

Fracasso do Feminismo

| 1 comment
por The Amazing Atheist
Título original: Failure of Feminism 


TheAmazingAtheist comenta sobre a tuitada dele que gerou polêmica com feministas e resume as opiniões dele sobre o assunto.

"Feminismo é a idéia de que podemos fazer os dois sexos iguais focando apenas nos problemas de um deles."
___________

Ressalto o seguinte trecho do vídeo:
"Os dois lados sofrem injustiças. Ninguém deveria ser feminista. Nem se chamar de algo como masculinista. Você não pode defender os direitos de apenas um ou outro. Se você é realmente por igualdade, você deve ser pelos direitos dos dois! Você tem que abordar cada injustiça, seja contra mulheres ou homens, porque há injustiças acontecendo contra ambos e você não perde nada aceitando essa premissa."

Concordo com isso. E para esclarecer como esse ideal de justiça e igualdade real faz parte do Machismo Esclarecido defendido nesse blog, recomendo a leitura do texto "O que é machismo?".
___________

Links adicionados por ele no original:

- Violência Doméstica contra os homens é quase igual à contra as mulheres, mas não é levada a sério pela mídia, nem pelos tribunais.
http://www.oregoncounseling.org/Handouts/DomesticViolenceMen.htm

- Mulheres recebem até 40% menos tempo de prisão pelos mesmos crimes.
http://misformalevolent.blogspot.com/2009/09/s-is-for-statistics.html

- Os homens não são tratados nem de longe com justiça, se tratando de pensão alimentícia e acesso aos filhos.
http://deltabravo.net/custody/stats.php

- Enquanto a mutilação genital feminina é abominável para a civilização ocidental, a mutilação genital de meninos é lugar-comum e raramente questionada.
http://en.wikipedia.org/wiki/Prevalence_of_circumcision

BÔNUS: Para alguns dados estatísticos sobre desigualdades no Brasil, veja o seguinte link.
http://canal.bufalo.info/biblioteca-do-bufalo/dados-estatisticos/#.UMCjHoPhoqg